Não há como fugir:

COMPREENDER PARA REAGIR

De acordo com os dados do Governo Federal, a seca é um problema emergente no Cerrado. O bioma é um dos mais vulneráveis ao desmatamento, sobretudo no período da seca.

Ainda, segundo o relatório do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), as áreas de desmatamento do Cerrado, entre agosto de 2018 a março de 2019,  acumulam o total de 3.511,2 km².

 

Blog Expositivo desenvolvido por estudantes de Jornalismo - 4º semestre, do UniCEUB. 

Orientado pela professora doutora e jornalista Mônica Prado

3.511 Km²

Área desmatada

100,4%

Aumento do número de incêndios

22.989

Foco de queimadas

10%

Área protegida

Fonte: IBRAM, INPE, Ibama, Época

O CERRADO

O Cerrado equivale a quase 24% do Brasil. Além disso, conforme o INPE, só em março de 2019, a Detecção de Desmatamento em Tempo Real (DETER) Cerrado registrou 401,9 km² de áreas de alerta de desmatamento.

O professor de climatologia André Souto afirma que “durante o período de estiagem, a seca, vem ocorrendo uma intensificação da urbanização e a ocupação do campo no centro-oeste. O Cerrado se tornou o esteio do agronegócio e, em razão disso, ele acaba sendo um dos mais ameaçados do mundo”.

 

Dados do Ministério do Meio Ambiente apontam que cerca de 51% da vegetação do Cerrado foi perdida. “Há estimativas de que, entre 30 a 40 anos, o Cerrado  pode deixar de existir, porque, anualmente, ele perde uma área equivalente ao tamanho do Distrito Federal”, afirma o professor.

Agricultura na Seca

As mudanças climáticas presentes na época da seca têm sido responsáveis por modificar os processos produtivos na agricultura. Os impactos gerados neste período tem feito com que proprietários rurais tenham que entender de que forma a produção é afetada, para que assim possam se adaptar a essas alterações.

Animais na Seca

Os animais também sofrem com as consequências da seca do Cerrado. O período marcado pela baixa umidade do ar e alta temperatura dura em torno de cinco meses. A equipe do Zoológico de Brasília, realiza manejos que auxiliam no conforto térmico, o objetivo é evitar a desidratação dos bichos, que é o principal problema dessa época do ano.

Saúde na Seca

A saúde humana é, diretamente, afetada pelas mudanças climáticas e, durante o período de estiagem, o efeito do conforto térmico é um dos fatores que auxiliam na qualidade de vida. Ainda, diversas patologias são desenvolvidas por causa da seca, o que torna esse período marcado por tragédias sociais, sanitárias e de saúde.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now